23/06

5 brincadeiras infantis para fazer em um apartamento pequeno

Crianças adoram brincar ao ar livre, perto da natureza e explorar ambientes diferentes. Mas nem sempre é possível, principalmente para os papais e mamães da cidade grande, aliarem a correria do dia-a-dia com idas frequentes a espaços que permitam essas brincadeiras. Explorar diferentes maneiras de brincar dentro de casa é um jeito de reinventar o ambiente, deixando um pouco de lado os brinquedos de sempre da meninada.

Por isso, separamos a seguir algumas atividades para serem realizadas dentro do apartamento, para aqueles dias em que a criatividade apertar. Confira!

Circuito de interesses na sala

Muitas vezes, o próprio espaço da sala pode se transformar em um lúdico e criativo circuito de atividades. Separe almofadas, cabos de vassoura, cadeiras e demais objetos que permitam a construção de uma pista com obstáculos e nichos onde as crianças possam caminhar por ele. Você pode incrementar com outros brinquedos, criando áreas que façam alusão a lugares tais como o fundo do mar, espaço sideral ou uma floresta. Eles não vão cansar de brincar!

Fabriqueta de brinquedos e fantasias

Os exercícios manuais que envolvem pintura, colagem ou desenho são outra fonte de inspiração que não se esgota. Pegue uma caixa de papelão vazia e limpa, tesouras, fitas adesivas, cola, linhas de costura, canetinhas e giz de cera e mãos à obra! Você pode sugerir a construção de um brinquedo ou uma fantasia, consultando as ideias dos pequenos, que são sempre frutíferas.

Materiais recicláveis podem dar origem a chocalhos e outros objetos sonoros, trenzinhos de carga e animais inesperados. Alguns recortes na caixa de papelão podem se transformar em uma cidade com pistas incríveis ou virar portas e janelas de um castelo de princesa, incrementados com desenhos. Das fantasias podem surgir asas de fada ou de borboleta, chapéus malucos, máscaras de animais e o que mais a imaginação permitir.

Jogos de alfabetização

Para os maiores, brincadeiras que envolvam matemática, letras e palavras são um sucesso. Se há uma mesa em que eles possam brincar, você pode preparar sobre elas cartelas com várias letras ou palavras, como um quebra-cabeça de formar palavras e frases. Para a matemática, objetos comuns podem ser inovados em brincadeiras de simples aritmética.

Separe três potes e, ao lado de cada um deles, coloque uma folha em branco para anotar a quantidade de elementos em cada caixa. Peça para eles contarem quantos elementos tem em cada pote e anote na folha quando a resposta for correta. Para os mais avançados, faça o mesmo procedimento, pedindo para somar a quantidade das duas caixas, colocando o resultado na terceira.

Fantoche caseiro

As historinhas que os pequenos estão cansados de escutar podem ganhar novos ares com um teatro de bonecos. Faça um varal entre duas cadeiras ou simplesmente desloque algum móvel que dê para se esconder atrás. Os bonecos que as crianças possuem podem se transformar em outros personagens. Se os pais forem mais habilidosos, a brincadeira pode ser ainda mais divertida e construir os próprios fantoches, utilizando materiais como papelão, papel, tecido ou isopor.

Caixas sensoriais

As caixas sensoriais são atividades muito conhecidas por educadores, pais e interessados na pedagogia construtivista. Para fazer em casa, separe uma caixa de tamanho médio, de preferência de plástico e encha de grãos (milho de pipoca, feijão, arroz), pedaços de tecido ou pedrinhas. O importante é que a base da caixa seja preenchida com um só elemento. Depois disso, você pode usá-la para construir um espaço como a selva – colocando bichinhos de plástico – ou o mar, com conchas, peixinhos e outros brinquedos de areia. Uma das opções que eles mais gostam são as feitas com água e espuma, que podem ser realizadas no banheiro ou na área de serviço. Eles vão amar!

Você já tentou fazer alguma dessas em casa? Testou outra brincadeira que não está nesta lista? Compartilhe com a gente, deixando como sugestão nos comentários abaixo!

 

Gostou?

Seu comentário: